sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Não vejo mais prazer em cima dos altares. Por Josimar Salum

























Não vejo mais prazer em cima dos altares
Josimar Salum 

“Não consigo mais me adequar à igreja nenhuma. Fui ministro de louvor durante muitos anos, viajando ao Brasil inteiro, porém não vejo mais prazer em estar  em cima dos altares. O que fazer? Há algo errado em mim?”

Recebi esta mensagem de um jovem cristão desesperado. Mas eu queria saber de alguém que aprofundou seu relacionamento com Jesus. A vida com Jesus é muito simples, é como alimentar-se de “arroz com feijão” todos os dias, sem banquetes e dietas mirabolantes. É a simplicidade do dia a dia, a mesma batida de sempre, sem exagero. Quando alguém precisa ficar inventando é porque não está satisfeito com Jesus no dia a dia. “O pão nosso de cada dia da-nos hoje!” Vida com Jesus é vida, um dia de cada vez, sem perder um. Quando alguém começa a perder seu encontro com Jesus, um dia sim, um dia não, vai acabar perdendo de vez a comunhão e o prazer na vida.

Perseverar na doutrina dos apóstolos é perseverar no Evangelho puro e simples.

Conhecer o Evangelho carece apenas de uma Bíblia, uma jarra de água, uma sanduíche de pão, um lugar solitário e muita fome e sede de Deus como nunca experimentado. Encontrar Jesus pessoalmente a cada dia e se satisfazer Dele. Quem quer? Hoje, amanhã, todos os dias. Sem cessar.

Parecerá meio esquisito todos os dias tal encontro assim, com as páginas dos Evangelhos abertas, leitura desapressada, invocação do coração intensa. Como quem nunca fica satisfeito. Como alguém desesperado por água numa terra seca. Como alguém que não fica satisfeito com nada senão com o que deseja alcançar. Não haverá respostas imediatas. Às vezes, Deus se esconde. Parecerá que Ele não ouve. Mas é a insistência diária que vai te conduzir a encontrar ao Senhor quando o buscares de todo o coração. 

Igrejas não satisfazem ninguém. O que encontrou Jesus para valer já está satisfeito. Assistir a um culto religioso, a maioria das vezes, é participar de um serviço. O “ministério” presta um serviço aos membros. Tudo já está planejado, preparado, ensaiado e 90% apenas participa do programa. Os outros 10% *ministram* comandado pelo apresentador, o pastor. É como um programa de diversão. Em inglês até o nome é condizente: “worship service”, ou seja, serviço de adoração. Os cultos brasileiros são cópias exatas dos cultos americanos e europeus. Quando há quem dirige o povo ao louvor dos céus e há quem pregue o Evangelho verdadeiro, vale a pena. Mas geralmente muitos cultos são apenas aglomerações religiosas. 

Quiçá todas essas fossem reuniões dos santos para comunhão verdadeira, conversas demoradas de edificação, olhando diretamente face a face e não nas nucas dos santos, ao invés de serem comandados de uma plataforma, de um púlpito. A verdade é que tudo isto é estranho à Igreja do Novo Testamento. 

Mas o sistema é o mesmo quase em todo lugar. Altares, todos eles são fabricações humanas, muitos são apenas plataformas para os “ministros”. Na Igreja de Deus não existem ministros da Palavra, ministros de louvor e ministros de intercessão, não há levitas nem sacerdotes especiais. Todos os salvos e santos são ministros, da Palavra, do Louvor, da Oração e de uns para com os outros. 

A Igreja não é um show Business. Todos os artistas Gospel, mesmo salvos e os santos entre eles, são dispensáveis à Igreja de Deus enquanto Igreja. São necessários e importantes no Reino para levarem através de sua arte a mensagem do Evangelho à sociedade e influenciarem a cultura, mas nada tem a ver com a Igreja, a Igreja de Deus. Não há artistas na Igreja. O espetáculo grego serve ao Panteão e aos seus deuses, mas não à congregação dos santos. Os aplausos, a tietagem, a comercialização, o “merchandise”, os ingressos, as roupas, o glamour, o corporativismo, a carreira, os contratos milionários, nada tem a ver com a Igreja. 

Se você encontrava prazer nos altares não era o prazer de Deus. Qualquer prazer neste mundo é assim mesmo. Passa. Igrejas mil, com seus altares, muitas mesmo, e o mundo, são feitos do mesmo material. 

Há mesmo este prazer dos altares evangélicos neste sistema todo desenhado para funcionar sem o Espírito Santo. As igrejas evangélicas e protestantes não precisam de Deus para funcionar. Tudo já está programado, engrenado, tanto que uma após outra, as que se dividem das outras, tem o mesmo programa, a mesma liturgia, a mesma hierarquia, com apenas algumas variações. 

Há, todavia, tantos homens e mulheres de Deus entre nós, verdadeiros, que servem aos santos dentro destas casas, que sonhamos experimentem a Igreja como Jesus vivenciou e planejou. 

“Quão amáveis são os teus tabernáculos, Senhor dos Exércitos! A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo! O pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para si, onde acolha os seus filhotes; eu, os teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu!” Salmos‬ ‭84:1-3‬ ‭ARA‬‬

Há milhares de anos que os templos, nem o construído por Salomão, nenhum deles, são habitados por Deus. Se você e eu não encontrarmos os altares do Senhor em nossa comunhão com Ele e na comunhão com os santos não encontraremos em estrutura e em lugar algum. É certo, porém, que existem milhares e milhares de reuniões em toda a Terra em que o Senhor está presente. 

Se eu não encontrar Deus em nenhuma destas reuniões, nem mesmo quando me encontro com algum irmão ou irmã na rua, o problema sou eu.

Visita do Primeiro Ministro de Israel - Data Histórica para o Brasil.


 Visita do Primeiro Ministro de Israel - Data Histórica para o Brasil. 28/12/2018
Por Josimar Salum 

O Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu de Israel é primeiro chefe de governo a visitar o Presidente eleito do Brasil que tomará posse em três dias, 1/1/2019. E é a primeira vez que um chefe do governo israelense visita o Brasil desde 1948. 

O Primeiro Ministro chegou pela companhia aérea אל על EL AL: "Deus Acima!" Muito interessante que o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro tem sido: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.” 

Para meu amigo Paulo de Tarso, um dos líderes do CAB - Conselho Apostólico Brasileiro a chegada do primeiro ministro e sua esposa “não é somente (a chegada de) um casal... É um sinal! O Sinal da Benção do Nosso Deus que pousou das asas da El Al, em nossa Pátria! A Ti, somente a Ti Nosso Deus e Pai, toda a Glória... A nós a Alegria de Te servirmos.”

Sempre oramos por uma aliança entre Israel e o Brasil. Por muitos anos não havia a mínima possibilidade. Em 1997 quando Benjamin Netanyahu se tornou primeiro ministro pela primeira vez, tive o privilégio de redigir uma Moção de Louvor pela sua eleição, de autoria do Deputado Raul Lima Neto, aprovada unanimemente pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Hoje ao ver as imagens e as fotos deste encontro meu coração também exultou. As sementes plantadas há décadas começam a florescer. E haverá muitos frutos para as duas nações. 

Hoje, verdadeiramente, um novo tempo de inicia, mas há quem veja isto apenas como fato político sem significação maior. Quando tivemos uma Noite Para Abençoar Israel em 24/11/2018 em Boston sabíamos que algo tremendo iria acontecer em relação aos dois países. Leia o artigo e assista ao vídeo neste link BRASILEIROS INICIAM MOVIMENTO DE INTERCESSÃO POR ISRAEL e poderá constatar o que estamos dizendo. Naquela palavra profética daquela noite o Senhor selava nos céus este novo tempo.

Para o amigo Marcelo Guimarães do Ministério Ensinando em Sião e fundador do Museu da Inquisição em Belo horizonte hoje é a segunda maior importante data do relacionamento de Israel com o Brasil: "A primeira obviamente foi 19/11/1947 quando Oswaldo Aranha, um brasileiro, decidiu com seu voto a criação do Estado de Israel e a segunda, hoje, com este encontro do Presidente Bolsonaro com o primeiro ministro Benjamin Netanyahu."

Já esperávamos e pudemos participar das preparações da ida do pastor Mário Bamnick. Ramiro Peña dos Estados Unidos e Albert Veksler de Israel ao Brasil para encontrar-se com o Presidente eleito no último dia 20/12/18. Nossos amigos estão apenas caminhando passo a passo nos propósitos de Deus. São emissários de Paz.  

E nosso Deus está conduzindo a História. Nas consoantes do nome BRZL (Brasil) se encontram os nomes das mães das tribos de Israel, Bila, Raquel, Zila e Lia. Não vejo em nada disto nenhuma coincidência. Simplesmente vejo Brazil e Israel, no propósito eterno de Deus. Quem tem ouvidos, ouça. 



sábado, 22 de dezembro de 2018

O que decidi sobre o Natal by Josimar Salum


O que decidi sobre o Natal
Josimar Salum (2009)

É bem verdade que não existe nenhuma menção no Novo Testamento da celebração do Natal entre os díscipulos, como também não existe nenhuma proibição.

“Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo.” (Colossences 2:16-17).

Se decidi mesmo, (não comemorarei o Natal) seguindo esta corrente evangélica da não comemoração do Natal, não darei mais presentes para meus familiares e amigos porque “troca de presentes… nesta data significa que adoramos a um deus pagão, onde o ritual nórdico exigia que eles fossem para as montanhas de madrugada e lá chorassem em sacrifícios. Esperavam os primeiros raios de sol da manhã e entregavam presentes uns aos outros, em adoração, dizendo: “Que você jamais esqueça dos deuses sobre nós”.

“O presente significa eternizar o pacto, trazer a benção dos deuses. Tertuliano, teólogo católico, disse que não podia compactuar com essa mentira, o sol nunca pode ser deus, porque o Deus dos cristãos foi Aquele que criou o sol.”

Qual é o discípulo de Jesus que em sã consciência daria um presente ao seu filho como se estivesse adorando ao Sol?

Que poder é este que este mito tem em impor um significado ao meu gesto de dar um presente como se tivesse adorando alguma divindade?

Como se ao subir a escadaria da Igreja da Penha me fizesse um devoto de “Nossa Senhora”, tomasse um banho no Rio Ganges me fizesse um praticante da purificação hindu ou se ao visitar Meca me tornasse um mulçumano.

Não faz mal, a despeito do “frenesi” mercantilista das lojas, desfrutar das nuances culturais do Natal, ou seja, de seus aspectos e das tênues diferenças entre eles, desde que não me torne partícipe das obras infrutuosas das trevas que são a avareza, a idolatria, a impureza e a cobiça. (Ver Efésios 5) Ah! Isto pode ocorrer em qualquer época do ano sem nenhuma data para celebrar! Não é mesmo? 

Que mal ou que pecado existe em admirar-se na época de Natal a criatividade das ruas enfeitadas com luzes brancas, vermelhas e azuis; em meio ao calor dos dezembros brasileiros imaginar a neve olhando para o algodão branco nas árvores de Natal e no chão ou de dar e receber presentes sem com isto estar adorando algum deus?


Como alguém pode ser um rei de Jesus? Essa expressão é verdadeira, ou anti-bíblica?

Como alguém pode ser um rei de Jesus? Essa expressão é verdadeira, ou anti-bíblica?
Josimar Salum

Essa é a mais sublime revelação que você pode ter sobre nossa filiação a Deus, nosso Pai Celestial. Eu sou Seu filho. Eu sou Seu rei e Seu sacerdote. Não duvide! Acredite na Palavra de Deus.

Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temer, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: "Aba, Pai". O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória.” Romanos 8:14-17 NVI

Aqueles que nasceram de Deus são filhos de Deus. Isso é muito mais significativo e poderoso do que pensamos.

“Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados FILHOS DE DEUS, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, pois O veremos como Ele é.” 1 João 3:1,2 NVI

“Sabemos que permanecemos Nele, e Ele em nós, porque Ele nos deu do seu Espírito. Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus. Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque NESTE MUNDO SOMOS COMO ELE (Deus).” I João 4:13, 15, 17 NVI

“Vocês serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa’. Essas são as palavras que você dirá aos israelitas".”  Êxodo 19: 6 NVI

O apóstolo Pedro compreendeu isso muito bem. Ele se referiu aos filhos do Pai usando estas palavras: “Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” I Pedro 2: 9 NKJV

“E de Jesus Cristo, que é a testemunha fiel, o primogênito dentre os mortos e o soberano dos reis da terra. Ele que nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue, e nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. A Ele sejam glória e poder para todo o sempre! Amém.” Apocalipse 1:5,6 NVI

Quando a Bíblia fala de Jesus, que Ele é o rei dos reis e o Senhor dos senhores, ela se refere a nós. Nós somos os reis e sacerdotes de Jesus. Como Ele é. Nunca se esqueça de que o propósito eterno de Deus para você é que Ele fez você como Jesus.

“Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, também chamou; aos que chamou, também justificou; aos que justificou, também glorificou.” Romanos 8:29,30 NVI

Jesus é o Primogênito de muitos filhos como Ele.

“Ora, tanto o que santifica quanto os que são santificados provêm de um só. Por isso Jesus não se envergonha de chamá-los irmãos. Por essa razão era necessário que Ele se tornasse semelhante a seus irmãos em todos os aspectos, para se tornar sumo sacerdote misericordioso e fiel com relação a Deus e fazer propiciação pelos pecados do povo.” Hebreus 2:11, 17 NIV

Jesus foi feito como nós para que Ele nos faça como Ele. Nós não somos filhos de segunda categoria de Deus. Nós somos como o Seu próprio Filho. Eu sou filho de Deus. Eu sou um herdeiro e herdeiro juntamente com Ele e a todos os Seus filhos. Eu sou um rei servo e um sacerdote santo. Nada menos do que um ser como Jesus. E quando Ele vier, seremos completamente revelados como quem somos.

“A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados. Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto. E não só isso, mas nós mesmos, que temos os primeiros frutos do Espírito, gememos interiormente, esperando ansiosamente nossa adoção como filhos, a redenção do nosso corpo.” Romanos 8:19, 22-23 NVI


quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

O Peregrino



"Há em nosso meio uma geração superficial. De mensagens rasas. Sermões rasos. Estudos rasos. Pregações rasas. Tributos à insignificância e à mediocridade são naturalmente erguidos nos templos em todo o território. Falta Bíblia, falta Graça, falta Fé, falta Cristo e falta glória a Deus nesta geração rasa. Mas há uma outra geração, outra gente. O Peregrino não se contenta com águas nos tornozelos." -- Josimar Salum

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Não precisamos de um avivamento da religião por Josimar Salum



"Esta palavra "cristocentrismo" é um vício da teologia. Parece dizer algo essencialmente bíblico, mas não. Não há nenhuma passagem bíblica que diga que Deus é o centro. Jesus não é o centro de tudo. Como estar no centro da vontade de Deus é um vício de linguagem. 

Irmãos, irmãs, Jesus é tudo em todos. Jesus preenche tudo. Não há outra opção fora de Cristo. Nem atrás, nem à direita, nem à esquerda, nem o centro. É tudo ou é tudo. A Bíblia diz "porque Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas." 

O avivamento que a Igreja precisa é transformação, é revolução. O Reino de Deus manifestado em minha vida e na vida de meus irmãos de tal modo que os poderes e autoridades deste mundo sejam destronados." 

Fazer discípulos é a comissão. O grande mandamento amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo é que gera todo o restante. Avivar sem transformação é encenação religiosa. É culto evangélico. Se não operar mudanças em tudo e em todos é avivamento da religião. 

Não precisamos de um avivamento da religião, precisamos que o Reino de Deus venha e seja feita a Sua vontade aqui na Terra como no céu. Somente o pensamento disto já produz uma revolução, um transtorno na igreja e no mundo sem igual. Manifestado é um terremoto que nenhuma escala pode medir. Vem Senhor Jesus!" -- Josimar Salum

domingo, 4 de novembro de 2018

UMA NOITE PARA ABENÇOAR ISRAEL


UMA NOITE PARA ABENÇOAR ISRAEL
Ensino – Música - Oração - Comunhão

Líderes, Igrejas e o Povo de Deus
Um Encontro Inesquecível

Robert Stearns - Eagle's Wing - New York
 www.daytopray.com
Albert Veksler - Jerusalem www.jerusalemprayerbreakfast.org



Dexter Van Zile - Boston


Tricia Miller - Boston

24/11/2018 – Sábado – 4:00-10:00 PM
ICC – 125 Irving Street – Framingham, MA 

Live2Love
www.live2lovemovement.com

Joe Fonte

Eu abençoarei os que te abençoarem.


Realização:
BMNET – Brazilian Ministers Network
União Fraternal de Pastores (as) e Líderes
Associação dos Pastores Evangélicos Brasileiros nos Estados Unidos
CAMERA – Committee for Accuracy in the Middle East Reporting America

Kings Net

Informações pelo WhatsApp 1-774-696-3714



quarta-feira, 31 de outubro de 2018

*HALLOWEEN: É HOJE! O QUE FAZER?*


*HALLOWEEN: É HOJE! O QUE FAZER?* *Origens do Halloween* No ano 835 DC, o papa Gregório IV designou o dia primeiro de novembro como dia de Todos os Santos – All Hallows’ Day. A véspera, 31 de outubro, era conhecida como All Hallows’ Evening. A palavra Halloween é uma forma condensada de All Hallows’ Evening. De acordo com a Encyclopedia Britannica: Na antiga Grã-Bretanha e Irlanda, o festival celta de Samhaim era observado no dia31 de outubro… As almas dos mortos supostamente visitavam seus lares neste dia e o festival outonal adquiria importância sinistra, com fantasmas, bruxas, goblins (duendes), gatos pretos, fadas e demônios dizendo-se que andavam em volta…. Era o único dia em que a ajuda do diabo era invocada para… propósitos [de adivinhação]. *A celebração americana*
O Halloween americano celebrado atualmente não é de origem inglesa ou protestante, mas veio através de irlandeses católicos, traçando suas raízes ao paganismo druida celta. As fantasias eram usadas para afastar espíritos maus. Também eram usadas para enganar os tais espíritos, que pensariam que as pessoas fantasiadas também eram espíritos. O costume de “trick or treat” (doce ou travessura) vem do medo de que, se as pessoas não honrassem os espíritos, estes lhes causariam coisas terríveis. Ainda hoje, ocultistas, feiticeiros e bruxas consideram o dia de Halloween um dia especial para a realização de suas práticas e invocações, inclusive com o sacrifício de animais e pessoas. *Deve o cristão participar?*
Dado sua clara origem pagã, bem como o simbolismo pagão de seus costumes, devemos considerar:
1. Podemos verdadeiramente nos alinhar inocentemente com algo tradicionalmente e atualmente envolvido com o ocultismo e ter certeza de que nunca seremos afetados de algum modo? 2. Pode-se alegar que imitar tais coisas é algo inocente, já que não estamos nos envolvendo nas práticas ou intenção originais. Entretanto, a Bíblia nos diz que não devemos imitar práticas pagãs. 3 João 11: “Não imite(m) o que é mau”. 3. Ao participar, ajudamos, ainda que indiretamente, a divulgar o que pode ser o dia mais importante no mundo do ocultismo? 4. Podemos, ainda que indiretamente, estar despertando nossos filhos para se familiarizarem com o “sabor” ou práticas do ocultismo? 5. Como Deus, quando olha para a noite de Halloween, em plena consciência do que acontece nesta noite, historicamente e hoje, vê as criancinhas, especialmente crianças cristãs, vestidas de fantasmas, demônios, bruxas e duendes? Ou até vestidos como personagens inocentes, mas saindo nessa noite dedicada pelos ocultistas a suas práticas e ao próprio diabo? Pense no seguinte: Se houvesse uma noite dedicada à Máfia, vestiríamos nossos filhos de pequenos mafiosos e os deixaríamos imitar as práticas criminosas daquela organização? *O que fazer*
Algumas igrejas criam atividades alternativas na noite de Halloween para as crianças. Se há alguma perto da sua casa, poderá levar seus filhos até lá. Você pode comprar doces e balas e dar para seus filhos sem celebrar o Halloween. Pode não atender quando baterem à porta. (Algumas pessoas apagam as luzes.) De preferência, tenha alguma mensagem – um folheto (pode pegar na internet) ou uma pequena mensagem feita por você mesmo – para dar com algumas balas para as crianças que baterem à sua porta. Estas crianças são inocentes e esta é uma excelente oportunidade de evangelizá-las. Deus o abençoe. * Adaptado pelo Pastor Miguel Albanez de The Facts on Halloween, de John Ankerberg e John Weldon.*  

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

ROBERTO, ROBERTO FÉLIX, meu amigo do coração.


ROBERTO, ROBERTO FÉLIX, meu amigo do coração.
Josimar Salum
04/10/2018 12:12 PM
O Senhor nosso Pai cheio de Amor olhou desde o Seu Trono para a Terra, para uma casa cheia de Paz em Belo Horizonte, e ficou muito feliz com o que viu.

Pai viu Seu Servo levantando nesta manhã, feliz da vida pela Sua bondade. O Pai ficou tão feliz e contente com o que viu... viu além, viu o coração de Seu filho, e sentiu desejo profundo de chamá-lo para perto de Si, para aquele lugar sublime que jamais se contou ao mortal, cerca de Seu Trono, perto de Seu coração.
Em uma das vezes que viajamos para Cisneiros, na estrada de Juiz de Fora, fomos tão visitados pelo Espírito Santo que achamos que poderia ser aquele momento que iríamos para o Pai. Você não tem idéia! Falamos muito nestas últimas semanas pela internet sempre depois de uma da manhã. Ele orando, eu também.
E hoje aqui ficamos com um coração abundando em tristeza e nosso ollhos encharcados de lágrimas. Mas que certeza bendita de que Roberto viveu como ninguém cheio de Amor pela Igreja, pela Noiva do Cordeiro! Eu conheço quase ninguém que ame tanto à Igreja quanto ele! Que amor pela vida das pessoas! Que amor e dedicação pelo Evangelho!
Wanilde me ligou com a notícia. Todo mundo sabe de nossa amizade com Roberto. Nestes últimos minutos chorei, orei, louvei a Jesus, falei com Flávia e Juninho. Clamei pela Vanda e pensei na Sara. Meu coração mesmo quer ser consolado, e orei. Senhor, console a Vanda, toda a família e a Igreja.
E Deus disse: "Josimar, a Minha presença vos basta." Como se o Pai tivesse dizendo: "Eu anuncio que toda família tem que ter seu Nome no Livro da Vida. Creia no Evangelho, se arrependa, invoque a Jesus."
"Perece o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são retirados, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal. Ele entrará em paz; descansarão nas suas camas os que houveram andado na sua retidão."
Roberto é justo. Ele é compassivo, Ele sempre foi reto."
Beto, meu amigo, manteremos a chama do Evangelho viva entre nós. Até breve!
Josimar